28 abril, 2009

"Bruscamente, como se todas as estrelas se apagassem!"



..."E isso não tem importância!"




Hoje passo a entender algumas coisas. Coisas que, antes em minha mente, se misturavam todas. Talvez fosse a geometria do tempo. Talvez o simples acaso que me presenteou com o furto da única lâmpada que clareava o meu quarto de sonhos. Anoiteceu e a lâmpada não estava mais lá. Alguns sonhos eram difíceis de enxergar mesmo à luz do dia, outros se veriam melhor na luz fraca das estrelas. De qualquer forma não os vejo mais e entendo plenamente o significado do carneiro.
As metáforas de Antoine de Saint-Exupéry no Pequeno Príncipe podem soar um tanto simples para quem ler ‘o livro levianamente’. Confesso que buscava interpretações, cheguei a algumas conclusões precipitadas e formei alguns conceitos sobre o livro. Aprendi com os golpes da vida o que se sente ao olhar para o céu e perceber que, ‘bruscamente, todas as estrelas se apagaram’. Parece melancólico e é. O livro é melancólico e isso é uma característica. Não uma característica ruim a meu ver, apenas uma característica. E todos nós somos feitos de características. Os livros também.
Enfim, não escrevo sobre o livro e sim sobre o que sinto. Ingenuidade minha acreditar em sonhos. Ingenuidade minha acreditar no amor. Não sei se é apenas ingenuidade minha ou maldade de quem me ensinou que “o amor não existe”. Não importa mais. Independentemente disso, descobri que a verdade dói e que dói ainda mais quando não há amor em contá-la. Descobri que sonhos são roubados e que mentiras se desfazem facilmente. E que aquilo tudo que regia sua vida não passava de ilusão sua. A sua verdade depende da verdade ao redor e não há amor no deserto em que caí.
Apenas queria não precisar de tanta dor, de percorrer uma estrada tão longa, um caminho tão penoso, uma rotina cheia de ritos, um desgaste de palavras sugadas da alma, uma doação tão descompassada para que, num belo dia, alguém te abra os olhos e te faça ver que nada disso tem valor e que o que você sente não faz diferença. Assim como suas lágrimas, assim como suas palavras. Seus sonhos e desejos. Seus planos e motivos. Seu sentimento. É tudo uma mentira. Aquilo que te mantinha viva “não existe”. E o motivo pelo qual você chora todos os dias é fútil. E todas as suas lágrimas são inúteis.
Junto a todas essas verdades encontrei mais uma: as estrelas que se apagam nunca mais voltam a brilhar.

11 comentários:

Lucas Vallim disse...

Dentre todas as verdades, essa é realmente a mais verdadeira! A estrlas que apaga nunca voltam a brilhar!

Du disse...

Poxa Glaucia... este texto foi quase um soco no estômago! Me li em cada palavra, em cada desabafo... incrível a identificação!

Melancólico, assim como O Pequeno Príncipe, mas lindo de ler e sentir!!

"...E que aquilo tudo que regia sua vida não passava de ilusão sua. A sua verdade depende da verdade ao redor e não há amor no deserto em que caí..."

Nossa, nossa, nossa!!!


Beijo no coração

LIS disse...

... de modo que, realidade e razão me extasiam, este texto é simplesmente delicioso, aaaadooooooreeeei! Não pense que sou masoquista, simplesmente amo a verdade dos fatos! Gosto do sangue que escorre do coração...

Heber disse...

\o/

menina, vc nao escreve serio hein?!
Fizeram um estrago em teu peito, não?
espero que sare logo, ok?

Abraço. E que as feridas se cicatrizem.

Ana disse...

Glauciaaaa, juro, li umas quatro vezes, terminei e li outra vez, e sempre que venho aqui encontro um pouquinho de mim.

"Apenas queria não precisar de tanta dor..."

Eu também não queria, gostaria de afastá-la com um grito, um susto, quem sabe até com uma arma, mas ela forte, a dor não tem medo de nada e por causa disso estou tendo que me acostumar a não ver mais as estrelas que antes brilhavam e nunca mais brilharão.

Texto muitíssimo bom!
Beijos.

Poeta das Nuvens disse...

Eu não sabia o que dizer.
Sentia-me desajeitado. Não sabia como atingi-lo, onde encontrá-lo...

Anna disse...

Glaucia ... é realmente Maravilhoso, muito verdadeiro,ameiii ! Sou suspeita porque amo tudo que vc escreve, mas este está PERFEITOOOO !


PARABÈNSSS !!!

Anna disse...

Glaucia ... é realmente Maravilhoso, muito verdadeiro,ameiii ! Sou suspeita porque amo tudo que vc escreve, mas este está PERFEITOOOO !


PARABÈNSSS !!!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Glaucia,

Tão triste e tão lindo... ficou lindo!

Beijo grande, menina linda.

Que sua semana seja maravilhosa.

Rebeca

-

Du disse...

Hoje vim especialmente te desejar um ótimo dia! :)

Beijos

Cadinho RoCo disse...

Pois a cada dia que passa sinto que não há nada mais sublime e qualificado do que o amor a reger minha vida.
Cadinho RoCo