25 setembro, 2009

Enfim, fim. Sem fim. Assim.

  • Numa tarde de verão
  • Que foi de inverno
  • Ou de outra estação
  • O verão estava em mim
  • No reflexo dos seus olhos
  • De mentira
  • Ou de verdade
  • Era você que estava ali
  • E eu era quem te olhava
  • Escondida atrás de mim
  • Furtando sua imagem
  • E guardando toda ela em mim
  • Para olhar quando você se fosse
  • E você se foi
  • Eu te amei
  • Desde o primeiro momento
  • Até o último que será
  • O dia que eu deixar de respirar
  • Um dia sem fim
  • Onde amanhecer uma noite nova
  • Quando o sol se puser mais cedo
  • E a aurora romper escura
  • O dia que o céu se desbotar
  • E o branco das nuvens estiver amarelado
  • Eu me lembrarei de ti
  • Porque a vida me lembra você
  • E viver tem sido lindo
  • Desde que você existiu
  • Em um mundo real que é o meu faz-de-conta
  • Você é Rosa que espirra em mim
  • E eu te rego com um amor sem fim
  • De tudo que é belo, te amar é o mais bonito
  • De tudo que é bom, te amar é o melhor
  • E eu não me importo com o que a vida reserva pra nós
  • O que de melhor poderia acontecer pra mim
  • Já aconteceu e fim.
  • -Ser você quem eu amaria sempre-
  • E isso não depende do ‘vivenciar’
  • Porque o amor pode ser o despertar de um sonho
  • Mas você é melhor, pois é o adormecer e sonhar de toda vida minha.

11 comentários:

disse...

Glaucia...

Amei o texto! Que sutil... Delicado.




"Desde o primeiro momento

Até o último que será

O dia que eu deixar de respirar"

É uma delícia passear pelo blog! :)

Noemyr disse...

Que lindo, Glaucia!! Amei, amei!
Beijos :*

Anna disse...

Como tudo que vc escreve ...

MARAVILHOSOOO !

Ameiii !!!

Samuel Quintans disse...

Seus escritos têm a delicadeza de uma flor
A sutileza de um leve perfume
A leveza de um beija-flor
A profundidade de um grande mar
A imensidão de um céu azul
A esperança de por-de-sol
O mistério além do horizonte
O amor de quem ama de verdade

Seus escritos sonhados
São poesia, magia,
prosa e verso
No reverso, no inverso
Controverso
Amor disperso
Desejo submerso!

Beijos (por tudo que li nos seus últimos posts!)

Samuka

Fernanda Luz disse...

Lindo, lindo, lindo...Parabens!

Letícia disse...

Me pareceu uma escada de palavra, Glaucia.

E adorei...

"Numa tarde de verão
Que foi de inverno
Ou de outra estação."

(Glaucia)

Olhos e pensamentos disse...

Linda menina q ama tanto...adorei o texto

Samuel Quintans disse...

Agradeço o solidário carinho e apoio.

Muita luz por aqui!

Sempre!

Samuka

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Néctar da Flor oferece mais um selo para os amigos. Dessa vez é o Selo Criativo que entra na roda dessa nossa felicidade. Não existem regras, apenas levem mais um dengo nosso e deixem a originalidade do seu blog falar por si.



Beijos jogados no ar, sempre!



-

Lucas Lima disse...

tens uma maneira muito doce de manejar palavras, rs, gostei.
bons dias

ASA disse...

Que lindos, todos, adorei!