15 agosto, 2010

Poly presente



Sexta-feira, 13, agosto, 2010.
Chego em casa e o que encontro?
Um pacote.
Um presente.
Não pouco esperado.
Abro:
Cheiro bom. Cheiro de incenso. Incenso do bom.
Música e cheiro bom. No ar. Na alma.
Calma. Leveza. Meditação.
Tudo o que não tenho sozinha - Poly me traz.
Poly manda por correio a minha paz.
São tantas coisas, tantos detalhes.
Nada passa despercebido.
Uma carta. A letra da Poly.
Um guardanapo. Dobrado.
Em cada lado uma dedicatória.
Amigos queridos.
A letra de cada um.
Pessoas especiais. Pessoas de muito longe...
Que são muito próximas.
São de dentro de mim.
Unidas pelo mesmo bem.
Invisíveis aos olhos.
Essenciais.
Crianças
De lindas palavras,
Lindos presentes.
Um filtro dos sonhos.
Artesanato. Carinho em cada traço.
Noites sonhadas
Escritos sonhados
Tudo é sonho, meus amigos.
George Lucena - Para viajar...
Faixa 6 do CD
"Amigo anjo"
Sonho e viajo. Viajo nos sonhos.
Sonho enquanto viajo.
Sonho que todos tenham amigos
como tenho a vocês.


Obrigada, Poly, George, Noeh, , Samuka.




"Quero ver você meditar, abstrair

transcender, se iluminar, evoluir.

Se encontrar, deixar fluir

e o amor viver.

Tem que se entregar para ser feliz."

6 comentários:

Poly disse...

Você não faz idéia de como fico feliz com isso... Aprendi que a vida é muito simples e as vezes umas simples palavras num pedaço de papel ou um simples cipó amarrado com linha ou um pensamento simples gravado em um CD pode deixar muita gente feliz, me deixou feliz e foi exatamente isso que quis passar pra vc, obrigada pelas palavras me sinto honrada em ser tema de seus escritos e muito satisfeita em conseguir dividir a paz que tanto desejo e que tenho através de todos esses amigos citados por vc. Que possamos sentir isso todos os dias, que possamos sorrir sempre e amar cada vez mais e sempre lembrar que somos responsáveis por aquilo que cativamos... Na luz! na paz! no amor! Poly (Lakshimi)

Narradora disse...

Esse tipo especial de companhia que contrói a nossa história com gente é mesmo presente feito pra carregar do lado de dentro.
Muito bom passar por aqui.

Noe* disse...

Que ótimo ver meu nome em um post tão lindo!!!!!
Imagino que tenha mesmo gostado :)
Um beijo =*

Letícia disse...

Bonito (Este é o meu replay). Sempre digo que é bonito porque é mesmo.

Você é de poesia, Gláucia.

Beijo.

Samuel Quintans disse...

Que lindos escritos sonhados...
Tirados de um sonho bom
Um sonho de amizade sincera
Que mesmo ausente, se faz presente
Que me distante, se faz bem perto
Que mesmo anônima, se faz das mais familiares.

A emoção se fez presente, nos nossos escritos naquela noite mágica em que nos reuníamos fisicamente, uma amizade há muito existente na energia espacial e especial.

E desta amizade nasceu a idéia singela, da Poly, de escrevermos pra você, o quanto era bom estar juntos e quantos mais se juntassem a nós, seria melhor.

Naquela noite, minha querida, você estava bem ali, ao nosso ladinho.

Você (poética), Poly (linda), Noeh (doce), Rô (encanto) e eu, Samuka (simples).

E do encontro, poético, lindo, doce, encantado e simpes, nasce a amizade!

Beijokas e pipokas

Samuka

Paixão disse...

Que coisa mais linda, a Poly é um tesouro mesmo, como você, como todos eles!

"é coisa para se guardar do lado esquerdo do peito"

beijos!