05 novembro, 2010

movimento

ao som de Sullen Girl - Fiona Apple




Minhas pálpebras no peso do descaso
a leveza de tocar-se num instante
e abandonar-se noutro

São as comportas de mim
falseadas por falhas
desintegrando-se aos poucos

Por cada um dos erros meus
arrebentam-se todas
alagando de remorsos

E da arquitetura do olhar
nada permanece
só destroços

8 comentários:

Paixão disse...

Tantas músicas vieram na minha cabeça ao ler seu poema...

Minha querida, há sempre um jeito de se refazer.
A lágrima que escorreu, escorreu de vez, nunca mais volta.
Podem voltar outras, mas nos intervalos pode encontrar sorrisos :)

Lágrima uma hora esgota, sorriso sempre multiplica.

Resista! ;*

Fred Caju disse...

Sonha, moça. Sonha mais para escrever mais. Bom final de semana.

A. Reiffer disse...

Belíssimo poema, sensacional a última estrofe! Parabéns! Abraços!

Letícia Palmeira disse...

Sullen Girl. HELP.

E nem li o que escreveu. Leio 2morrow.

Sonhadora disse...

Check number, coolmadre? One moment, please 8-|


IP Address 187.64.96.#
Browser Firefox

Country : Brazil
State/Region : Paraíba
City : João Pessoa

Time of Visit Nov 7 2010 11:25:09 pm
Last Page View Nov 7 2010 11:30:01 pm
Visit Length 4 minutes 52 seconds
Page Views 1
Referring URL http://leticiapalmeira.blogspot.com/
(...)

kkkk
viva sitemeter :P

. disse...

Dá pra sentir seu pulso daqui

Camilinha Pavan disse...

hahaha que legal seu tema do blog!
Super diferente.
Adorei. Estou seguindo...
Beijos
Mili Pavan
www.milipavan.blogspot.com

iubdeds.com.br disse...

curti seu blog

hehe

tem umas coisas legais aque

acessa o meu la depois

www.iubdeds.com.br